TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS E GESTÃO DO CONHECIMENTO COM VISTAS À CRIAÇÃO DE VANTAGENS COMPETITIVAS: REVISÃO DE LITERATURA

Jhony Pereira Moraes, Sidimar Meira Sagaz, Geneia Lucas dos Santos, Deison Alencar Lucietto

Resumo


Este artigo teve por objetivo descrever usos e aplicações de três ferramentas de gestão presentes no ambiente empresarial contemporâneo: a Tecnologia da Informação (TI), os Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) e a Gestão do Conhecimento (GC). Foi realizada revisão narrativa de literatura. Verificou-se que o fluxo de informações funciona como o elemento unificador entre TI, SIG e a GC. Ao possibilitarem o uso adequado de informações e de pessoas com vistas ao alcance dos objetivos organizacionais, fomentam a criação de vantagens competitivas. Identificou-se, então, que a introdução dessas ferramentas, ao alterar processos internos e externos, contribui para o desenvolvimento das organizações.

Palavras-Chave: Tecnologia da Informação. Sistemas de Informações Gerenciais. Gestão do Conhecimento. Vantagem Competitiva.

 

Abstract: This article aims to describe uses and applications of three management tools present in the contemporary business environment: Information Technology (IT), Information Systems Management (ISM) and Knowledge Management (KM). A narrative review of the literature was performed. It was verified that the information flow works as the unifying element between IT, ISM and KM. By enabling the proper use of information and people to achieve the organizational objectives, they promote the creation of competitive advantages. It was identified, then, that the introduction of these tools, by altering internal and external processes, contributes to the development of organizations.

Keywords: Information Technology. Management Information Systems. Knowledge management. Competitive advantage.


Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTIN, A. L. Aumentando as chances de sucesso no desenvolvimento e implementação de sistemas de informações. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 36, n. 3, p. 61-69, 1996.

ALMEIDA, M. V.; MARCONDES, R. C. A distribuição física como recurso estratégico de fabricantes de bens de consumo para a obtenção da vantagem competitiva. Revista de Administração, São Paulo, v. 49, n. 4, p. 656-670, 2014.

ALVARENGA, M. A. et al. Capacidades dinâmicas e vantagem competitiva em ambientes de mudanças constantes, à luz da análise do filme ‘Recém-chegada’. Revista de Gestão, São Paulo, v. 24, n. 1, p. 35-44, 2017.

AUDY, J. L. N.; BECKER, J. L.; FREITAS, H. Modelo de planejamento estratégico de sistemas de informações: a visão do processo decisório e o papel da aprendizagem organizacional. In: Encontro Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração, 23, p. 1-24, 1999.

BALARINE, O. F. O. Tecnologia da informação como vantagem competitiva. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 1-11, 2002.

BARNEY, J. B. Firms resources and sustained competitive advantage. Journal of Management, Thousand Oaks, v. 17, n. 1, p. 99-120, 1991.

BAZZOTTI, C.; GARCIA, E. A importância do sistema de informação gerencial para tomada de decisões. Ciências Sociais Aplicadas em Revista, Marechal Cândido Rondon, v. 6, n. 11, p. 1-18, 2006.

BRAUN, C. A.; MUELLER, R. R. A gestão do conhecimento na administração pública municipal em Curitiba com a aplicação do método OKA — Organizational Knowledge Assessment. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 48, n. 4, p. 983-1006, 2014.

BRITO, R. P.; BRITO, L. A. L. Vantagem Competitiva, Criação de valor e seus efeitos sobre o desempenho. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 52, n. 1, p. 70-84, 2012.

BRITO, R. P.; BRITO, L. A. L. Vantagem competitiva e sua relação com o desempenho: uma abordagem baseada em valor. Revista de Administração Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 16, n. 3, p. 360-380, 2012.

CARMO, V. B.; PONTES, C. C. C. Sistemas de informação gerenciais para programa de qualidade total em pequenas empresas da região de Campinas. Ciência da Informação, Brasília, v. 28, n. 1, p. 49-58,1999.

CENTENARO, A.; BONEMBERGER, A. M. O.; LAIMER, C. G. Gestão do conhecimento e vantagem competitiva: estudo no setor metalmecânico. Revista de Ciências da Administração, Florianópolis, v. 18, n. 44, p. 38-51, 2016.

CONTO, S. M.; ANTUNES JÚNIOR, J. A. V.; VACCARO, G. L. R. A inovação como fator de vantagem competitiva: estudo de uma cooperativa produtora de suco e vinho orgânicos. Gestão & Produção, São Carlos, v. 23, n. 2, p. 397-407, 2016.

CINTRA, P. F. et al. Impacto da implantação de um sistema de informação gerencial na gestão de contratos públicos: o caso do Hospital Universitário de Dourados/MS. Revista de Administração da UNIMEP, Piracicaba, v. 10, n. 2, p. 28-52, 2012.

DE HAES, S.; VAN GREMBERGEN, W.; DEBRECENY, R. S. COBIT 5 and enterprise governance of information technology: building blocks and research opportunities. Journal of Information Systems, Lakewood Ranch, v. 27, n.1, p. 307-324, 2013.

DEBRECENY, R. S.; GRAY, G. L. IT Governance and process maturity: a multinational field study. Journal of Information Systems, Lakewood Ranch,v. 27, n. 1, p. 157-188, 2013.

GARCIA; O. P. G.; COLTRE, S. M. A gestão do conhecimento como fator determinante na retenção dos colaboradores na empresa: um estudo de caso em uma organização do ramo moveleiro. Brazilian Business Review, Vitória, v. 14, n. 2, p. 182-203, 2017.

GHEMAWAT, P. A estratégia e o cenário dos negócios. Porto Alegre: Bookman, 2007.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4ª ed. São Paulo: Atlas, 2002.

ITO, N. C., HAYASHI, P., GIMENEZ, F. A. O. FENSTERSEIFER, J. E. Valor e vantagem competitiva: buscando definições, relações e repercussões. Revista de Administração Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 16, n. 2, p. 290-307, 2012.

JUNIOR, S. S.; FREITAS, H. M. R.; LUCIANO, E. M. Dificuldades para o uso da tecnologia da informação. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 4, n. 2, p. 1-25, 2005.

LAURINDO, F. J.; SHIMIZU, T.; CARVALHO, M. M.; JR, R. R. O papel da tecnologia da informação (TI) na estratégia das organizações. Gestão & Produção, São Carlos, v. 8, n. 2, p.160-179, 2001.

LUZ, T. A. et al. Avaliação de desempenho de serviços de tecnologia da informação: identificação do estado da arte por meio de um processo de pesquisa construtivista e análise bibliométrica. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 21, n. 2, p.120-140, 2016.

MINAYO, M. C. S. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: editora vozes, 2008.

MENEZES, K. C. et al. Gestão do conhecimento nas organizações: uma aprendizagem em rede colaborativa. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v. 7, n. 1, p. 145-159, 2017.

MORAES, G. D. A.; TERENSE, A. C. F.; FILHO, E. E. A tecnologia da informação como suporte à gestão estratégica da informação na pequena empresa. Revista de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 27-43, 2004.

NOBRE, F. S.; TOBIAS, A. M.; WALKER, D. S. Uma visão da empresa baseada em habilidades: contextos estratégicos e contingenciais. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 15, n. 3, p. 413-432, 2011.

NONAKA, I; TAKEUCHI, H. Criação do conhecimento na empresa. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

PORTER, M. E. Competitive advantage: creating and sustaining superior performance. New York: Free Press, 1985.

PORTER, M. E. Vantagem competitiva: criando e sustentando um desempenho superior. Rio de Janeiro: Elsevier, 1989.

OLIVEIRA, D. P. R. Sistemas de informação gerenciais: estratégias, táticas, operacionais. 8. ed., São Paulo: Atlas, 1992.

OLIVEIRA FILHO, J. B.; LOPES, J. E. F.; OLIVEIRA, M. F. O efeito da gestão do capital intelectual na vantagem competitiva: o caso de um grupo empresarial com atuação predominante em tecnologia. Revista Gestão Organizacional, Chapecó, v. 7, n. 2, p. 89-101, 2014.

PEREZ, G. Adoção de inovações tecnológicas: Um estudo sobre o uso de sistemas de informação na área de saúde. Tese (Doutorado em Administração) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

PRATES, G. A.; OSPINA, M. T. Tecnologia da informação em pequenas empresas: fatores de êxito, restrições e benefícios. Revista de Administração Contemporânea, v. 8, n. 2, p. 9-26, 2004.

RIBEIRO, J. S. A. N. et al. Gestão do conhecimento e desempenho organizacional: integração dinâmica entre competências e recursos. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v. 7, n. 1, p. 4-17, 2017.

REZENDE, D. A.; ABREU, A. F. Tecnologia da informação aplicada a sistemas de informação empresariais. São Paulo: Atlas, v. 3, 2000.

REZENDE D. A.; ABREU, A. F. Tecnologia da Informação: Aplicada a Sistemas de Informação Gerenciais. Atlas, 2006.

REZENDE, S. O. Sistemas inteligentes: fundamentos e aplicações. São Paulo. Manole, 2003.

RODRIGUES, E.; PINHEIRO, A. S. Tecnologia da informação e mudanças organizacionais. Universidade IMES. São Caetano do Sul (SP). 2005.

RODRIGUES, E.; PINHEIRO, M. A. S. Tecnologia da informação e mudanças organizacionais. Revista de Informática Aplicada, São Caetano do Sul, v. 1, n. 2, p. 101-112, 2010.

ROSSETTI, A. G.; MORALES, A. B. T. O papel da tecnologia da informação na gestão do conhecimento. Ciência da Informação, Brasília, v. 36, n. 1, p. 124-135, 2007.

ROTHER, E. T. Revisão sistemática x revisão narrativa. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 20, n. 2, p. 5-6, 2007.

SANTIAGO JR, J. R. S. Gestão do conhecimento. São Paulo: Novatec Editora, 2014.

SILVA, S. L. da. Informação e competitividade: a contextualização da gestão do conhecimento nos processos organizacionais. Ciência da Informação, Brasília, v. 31, n. 2, p. 142-151, 2002.

SILVA, S. L. Gestão do conhecimento: uma revisão crítica orientada pela abordagem da criação do conhecimento. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 2, p. 143-151, 2004.

STAIR, R. M. Princípios de sistemas de informação: uma abordagem gerencial. Rio de Janeiro: LTC, 1998.

TERRA, J. C. C. (s/f). Gestão do Conhecimento: O grande desafio empresarial! Biblioteca Terra. Fórum Consultores, 2014.

VASCONCELOS, F. C.; CYRINO, A. B. Vantagem competitiva: os modelos teóricos atuais e a convergência entre estratégia e teoria organizacional. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 40, n. 4, p. 20-37, 2000.

VALENTIM, M. L. P. et al. O processo de inteligência competitiva em organizações. Data Grama Zero, Rio de Janeiro, v. 4, n. 3, p. 1-23, 2003.

VIANA, F. L. E.; NETO, J. D. P. B.; AÑEZ, M. E. M.; FERNANDES, J. A. L. Fontes de obtenção de vantagem competitiva em empresas industriais: uma análise nas indústrias têxtil e de calçados do Ceará. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v. 43, n. 3, p. 533-560, 2016.




Direitos autorais 2018 Revista Visão: Gestão Organizacional

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2238-9636

-------------------------------------------------------------

Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP)- Rua Victor Baptista Adami, 800- Centro
CEP: 89500-000 - Cx. Postal 232 - Fone: (49) 3561-6200 E-mail: uniarp@uniarp.edu.br
Copyright © 2010 UNIARP. Todos os direitos reservados.