PERFIL IDENTITÁRIO DA POPULAÇÃO DE CAÇADOR, SC, A PARTIR DE ANÁLISE SOCIOLINGUÍSTICA INTERACIONAL

Sandra Mara Bragagnolo

Resumo


A identidade é caracterizada pela forma de agir, de pensar e sentir de um indivíduo, permitindo que ele se diferencie dos demais e que seja reconhecido na sociedade em que se insere. A dissertação, intitulada "Traços de um perfil identitário da população de Caçador,SC"  teve por objetivo observar, identificar e descrever características presentes no discurso de quinze representantes da população do município de Caçador-SC, como traços de um perfil identitário. A primeira etapa da pesquisa, que esteve composta pelos dois primeiros capítulos, foi desenvolvida a partir de metodologia exploratória, utilizando-se de material bibliográfico para formar a base conceitual sobre sociolinguística, história social da linguagem, cultura e identidade, bem como para conhecer a história da formação da população caçadorense. O terceiro capítulo é onde se apresenta a análise de dados coletados junto aos sujeitos, utilizando-se de pesquisa qualitativa empírica, de cunho interpretativo. O levantamento de dados para análise foi feito a partir de duas fontes, assim definidas: referências bibliográficas e entrevistas não diretivas gravadas para subsidiar a descrição de traços de um perfil identitário da população de Caçador-SC. A análise se deu a partir dos seguintes traços identificados no discurso dos sujeitos: família e religiosidade, relações de trabalho, formação educacional, dificuldades e aspirações e relações entre o passado e o presente. É preciso deixar claro que as percepções e interpretações feitas tiveram a intenção de delinear traços de um perfil identitário, mas não extenuam o tema, tampouco são definitivas. Os resultados mostram que a família é um dos traços mais marcantes na estrutura da identidade dos sujeitos da pesquisa. A mulher tem papel fundamental na constituição das famílias pesquisadas. Constatou-se, ainda, a alteração de papéis para manter a família na falta de um de seus integrantes. Também se percebe a crise de identidade da mulher, que sente a necessidade e quer tornar-se uma profissional de destaque, mas que associa a essa missão o papel de responsável pelo zelo doméstico e pela criação e educação de filhos. Todas as pessoas que participaram da pesquisa preocupam-se com o trabalho, estando incluído em suas aspirações de desenvolvimento e o associam à autorrealização e satisfação. De modo geral, a formação educacional sempre esteve entre as preocupações e aspirações das pessoas pesquisadas como forma de garantir estabilidade. No que se refere às dificuldades, as famílias caçadorenses se revelaram resilientes e se unem frente às dificuldades. Ao se analisarem as aspirações, percebeu-se o sentimento de progresso e de identidade em constante formação, com foco em formação profissional e carreira. A leitura de mundo a partir da relação entre passado e futuro apareceu nos depoimentos de quase todos os indivíduos que participaram da pesquisa. Este trabalho contribui para o fortalecimento da cultura local e regional, bem como aponta para novas possibilidades de pesquisa que levem ao reconhecimento de características da população de Caçador.

Palavras-chave: Identidade. História cultural. Sociolinguística. Caçador.


Texto completo:

PDF


ISSN: 2238-9172

-------------------------------------------------------------

Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP)- Rua Victor Baptista Adami, 800- Centro
CEP: 89500-000 - Cx. Postal 232 - Fone: (49) 3561-6200
Copyright © 2010 UNIARP. Todos os direitos reservados.